Formação / Cursos
24IGP048
Bootcamp SIADAP - Finalmente a Análise, Monitorização e a Avaliação Objetiva das Competências | ON-Line
Área Temática Gestão de RH
Carga Horária 9 Horas
Administração Central e Local
Data de Início 2024-04-04 Data de Fim 2024-04-08 Cronograma
Formador(a) Ana Paula Frazão
Local de Realização IGAP - On-Line|Microsoft Teams
Público alvo Avaliadores com interesse no tema objeto de formação
Taxa de inscrição € 125,00
Financiamento Taxa de Inscrição - isento de IVA (Art. 9º, nº 14 do CIVA)
Observações Data e horário das sessões: 4, 5 e 8 de abril: das 14:15 às 17.15H (3 sessões =  3h/sessão, com intervalo) | Formadora: Paula Frazão, former, coach and consultant

INFORMAÇÕES ÚTEIS para a FORMAÇÃO ON-LINE (veja também os pré-requisitos obrigatórios para a participação)

1. As sessões serão realizadas na plataforma Microsoft TeamsO IGAP agenda a formação e envia aos participantes, no dia anterior ao início do curso, o link de acesso para a data e a hora da sessão.

2. Não existe obrigatoriedade de instalação da app da plataforma Microsoft Teams para aceder às sessões. Após receção do link basta clicar em PARTICIPAR ou JOIN e utilizar a "versão web” para aceder à sessão respetiva, onde devem colocar o vosso nome (1º e último, sem abreviaturas) para serem identificados na sessão, e clicar em participar/ingressar.

3. Contudo, poderá, gratuitamente, fazer o download da APP da plataforma Microsoft Teams em https://teams.microsoft.com/downloads,utilizando a versão instalada para acesso à sessão.

4. Sugere-se a entrada na sessão 15’ antes da hora prevista para o início da sessão formativa propriamente dita para "abertura” da sessão por parte da entidade formadora.

5. Guia indicativo e ajustável em função do tema e duração da sessão: Guia indicativo e ajustável em função do tema e duração da sessão: 1. Exposição do tema pelo/a formador/a, podendo ser acompanhada de suportes/recursos pedagógicos diversos; 2. Questões dos participantes: As questões poderão ser colocadas oralmente OU por escrito, no chat disponível e são visualizadas por todos; o/a formador/a anunciará, no início da sessão, qual o modelo organizacional que adotará; 3. O/A formador/a não responderá a questões que lhe sejam colocadas em chat privado 4. Por regra os microfones dos participantes estarão desligados, podendo o formador/a solicitar a ativação dos microfones dos participantes para uma interação direta e promover a comunicação com os participantes do grupo. 5. Poderão ser enviados aos participantes os recursos utilizados e/ou outra informação com vista ao aprofundamento do tema. 6. Cada formando deve garantir o funcionamento do hardware necessário, bem como a ligação à internet, testando antes de se juntar à sessão, para não perder nenhum momento de cada sessão. 7. Por norma as sessões não serão gravadas, salvo indicação em contrário.


  • Objetivos
    • Gerais

      No universo do SIADAP, a avaliação das competências é uma peça crucial e muitas vezes um elemento diferenciador na Avaliação Final do Desempenho. Aparentemente simples, a sua avaliação comporta em si uma complexidade inquestionável. Uma parte desse desafio reside na natureza subjetiva que envolve a avaliação dos comportamentos, essenciais para a definição das competências. Este aspeto torna-se ainda mais delicado quando confrontado com a inevitável influência das perceções, muitas vezes moldadas por viés inconsciente.

      A subjetividade é particularmente ainda mais notória em situações em que as evidências são escassas, e os registos quase inexistentes. Cada avaliador traz consigo as suas próprias perspetivas e experiências, o que pode resultar em interpretações distintas ao atribuir pontuações de 1, 3 e 5 a uma competência. O descritivo para o nível 3 fornece um padrão, mas o que acontece nos extremos, nos níveis 1 e 5, fica muitas vezes à mercê da interpretação e de critérios não objetivos. E o que dizer quando a perceção que o Avaliado tem das suas competências se distancia substancialmente da perceção do Avaliador?

      É nesse cenário desafiador que surge a necessidade premente de capacitar os avaliadores com métodos analíticos robustos e instrumentos de registo eficazes. Essas ferramentas não apenas contribuem para a fidedignidade da avaliação, mas também promovem consistência e, acima de tudo, justiça no processo de análise e avaliação das competências.

      Este Bootcamp é um apelo à transformação. A introdução de abordagens analíticas e instrumentos de registo não é apenas uma evolução, mas uma revolução na busca por uma avaliação mais precisa, transparente e equitativa. É hora de desvendar a objetividade no SIADAP, redefinindo o paradigma da avaliação das competências e minimizando os desafios da subjetividade que persistem até hoje.

      Este Bootcamp visa aprofundar os conhecimentos no âmbito do Sistema Integrado de Avaliação de Desempenho na Administração Pública (SIADAP), com um enfoque específico na análise, monitorização e avaliação das competências dos trabalhadores. Pretende-se explorar métodos e criar instrumentos para garantir uma avaliação eficaz e justa.






    • Específicos

      Pretende-se que, no final da ação, cada formando/a:

      1. Compreenda a importância da avaliação de competências no contexto do SIADAP
      2. Explore métodos avançados de análise de competências
      3. Desenvolva habilidades na monitorização contínua do desempenho das competências
      4. Domine a aplicação de instrumentos específicos na avaliação de competências
      5. Crie instrumentos específicos para a monitorização e avaliação de competências e registos de evidências

  • Programa
    • SIADAP e as Competências no Contexto Organizacional

      • Contextualização e enquadramento legal.
      • Enquadramento técnico.
      • Importância estratégica das competências.
      • Alinhamento das competências individuais com a visão, a missão, os valores organizacionais, os códigos de conduta, os objetivos organizacionais, o posto de trabalho e o perfil do trabalhador.
      • As dificuldades atuais na Monitorização e Avaliação das Competências.

      CASE STUDY – Análise de Competências de Técnicos Superiores, Assistentes Técnicos e Assistentes Operacionais

      Métodos Avançados de Análise de Competências

      • O descritivo da competência.
      • Os níveis de proficiência das competências no SIADAP.
      • Método analítico na análise das competências

      CASE STUDY – Análise dum trabalhador em 5 competências

      BOOTCAMP – Criação de Instrumentos Específicos de Análise, Monitorização e Avaliação de Competências

      • Construção de instrumentos para Monitorização das Competências.
      • Construção de instrumentos para registo de Incidentes Críticos.

      Monitorização Contínua das Competências

         · Feedback regular e coaching para o desenvolvimento contínuo.

      CASE STUDY FINAL – Análise das Competências duma trabalhadora, com suporte nos instrumentos de monitorização das competências.


  • Mais Informações
    • Recursos Pedagógicos Casos e exercícios Documentação de Apoio Ligação à Internet (Wi-Fi) PC
    • Metodologias de Formação Método expositivo, ativo e interrogativo, com recurso a diversos estudos de caso, simulações práticas, discussões em grupo e criação de instrumentos. Os participantes serão incentivados a aplicar os conceitos aprendidos em cenários fictícios.

                                                                 
    • Forma de Organização À distância
    • Metodologias de Avaliação inicial diagnóstica (questões p/ aferição do nível de conhecimentos), contínua formativa (prática, oral e com recurso a exercícios individuais e trabalhos de grupo desenvolvidos ao longo das sessões) e final de reação (questionário individual e debate assistido)
    • Pré-requisitos
      É obrigatório que cada formando tenha computador, com acesso à internet estável e capacidade para ouvir a sessão, seja com colunas ou com auscultadores (aconselhável, para evitar ruído).
      É aconselhável, se pretender participar, que tenha também microfone a funcionar. O uso e ativação de webcam é facultativo, mas preferencial, dada a desejável interação formador-formando. 

      Deve também assegurar uma ligação à internet estável evitando, na medida do possível, outras ligações simultâneas na mesma rede (outras videochamadas, serviços de streaming como Netflix, Youtube, gaming online, etc), sob pena de prejudicar a qualidade da sua ligação, podendo gerar cortes durante a sessão.

      Aconselhamos o teste ao hardware antes do início da sessão, sob pena de perderem parte da mesma.
voltar
Contacte-nos
Rua de Belos Ares, 160, 4100-108 PORTO

Telf.: +351 226 001 312 / +351 226 005 219
Coordenadas GPS
N 41º 09' 39.4'' W -8º 38' 15.8''
Assuntos carácter geral
igap@igap.pt

Secretariado
secretaria@igap.pt

Dep. Formação
dep.form@igap.pt
Dep. Financeiro
dep.fin@igap.pt

Direção
direcao@igap.pt
Siga-nos
Facebook LinkedIn
Partilhar
Partilhar
Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Pode consultar os detalhes na nossa politica de privacidade.

Aceitar